Cientistas decodificaram sinais cerebrais quase à uma velocidade de percepção

brainbox

Illustration by Kai Miller and Brian Donohue

Neurocientistas da Universidade de Washington decodificaram os sinais do cérebro em tempo real e com uma precisão impressionante, como revelado em um estudo recente publicado na PLoS Computational Biology.

Os pesquisadores afixaram eletrodos às lobos temporais de sete pacientes com epilepsia por cerca de uma semana. Os implantes eram parte de um programa que visa localizar as fontes de apreensões desses pacientes.

Os participantes viram uma série de casas e rostos que apareciam em uma tela de 400 milissegundos de cada vez, e foram orientados a procurar um edifício de cabeça para baixo. Todo este processo foi feito com o acompanhamento de um algoritmo, acompanhando as ondas cerebrais dos lobos temporais de cada paciente, tratando dos estímulos sensoriais. Ao final de cada sessão, o programa(algoritmo) foi capaz de identificar, mais ou menos 96% de precisão de quais as imagens os pacientes estavam olhando, em tempo real. O programa sabia se o paciente estava vendo uma casa, um rosto ou uma tela cinza dentro de 20 milissegundos de percepção real.

datastream

Foto: Kai Miller hsnewsbeat.uw.edu

Afirmaram os Neurocientistas, que “Clinicamente, você poderia pensar em nossos resultados como uma prova de conceito para a construção de um mecanismo de comunicação para os pacientes que estão paralisados ​​ou tiveram um acidente vascular cerebral e são completamente bloqueados “, disseram os neurocientista da  Universidade de Washington.

AngoForGeeks,

Por Uma Angola Melhor

Anúncios