Facebook Multado Na Coréia Do Sul Por Limitar Acesso Aos Usuário

Bem, as coisas com o Facebook não estão indo tão bem nos últimos dias. Há uma semana atrás, o Facebook estive envolvido em um escândalo com Cambridge Analytica(CA) sobre a fuga de dados de usuários da rede social, que influenciaram para as eleições de Donald Trump. E agora outro escândalo com a Coreia do Sul.

De acordo com a BBC News, a instituição reguladora das telecomunicações da Coreia do Sul, recentemente multou o Facebook por limitar ilegalmente o acesso de usuários Coreanos na sua plataforma da rede social, ao seus serviços nos finais de 2016 à 2017.

Na quarta-feira passada, 21 de Março de 2018, uma equipa da Comissão das telecomunicações Sul Coreana disse que o Facebook deve pagar 396 milhões de won, cerca de 369.400 dólares norte americanos, como multa por violar uma lei que compromete o interesse dos usuários Sul Coreanos. A instituição reguladora das telecomunicações da Coreia do Sul também recomendou que o Facebook mude os seus termos e condições de uso, no que diz respeito a “incerteza da empresa” em não garantir a qualidade de seus serviços.

Note que, está situação não está relacionada aos problemas recentemente apresentados pelo Facebook em relação a alegações de que a companhia de análise de dados feita pela Cambridge Analytica, responsável pelas tecnologias implementadas durante a campanha de Donald Trump, acessando dados de 50 milhões de usuários do Facebook para influenciar as últimas eleições realizadas nos Estados Unidos da América.

A Coreia do sul decidiu agir depois que o Facebook redirecionou o acesso de alguns usuários a seus serviços para redes em Hong Kong ou nos Estados Unidos, ao invés de usar as redes domésticas, sem notificá-las, disse a instituição reguladora das telecomunicações da Coreia do Sul. Declarando que:

Isso diminuiu as conexões para alguns usuários locais do Facebook, e alguns reclamaram que não podiam reproduzir vídeos no Facebook.

A SK Broadband, uma companhia provedora de Internet de rede/linhas fixa local, recebeu cerca de 10 reclamações por dia para conexões lentas, enquanto a LG UPlus, outra provedora de serviços de Internet, recebeu uma média de 34 reclamações por dia.

Para quem não sabe os Coreanos detestam confecções lentas. Não é por acaso que a Coreia do Sul é um dos países com as tecnologias mais avançadas em serviços de redes e internet mais rápidas no mundo.

Uma vez que o Facebook não examinou activamente as reclamações feitas pelos provedores locais de serviços de telecomunicações Coreanos, na qual os usuários têm estado a prestar reclamações de que as suas conexões estão muito lentas e, como resultado, a qualidade de serviço não foi mantida em um nível apropriado, informou a KCC(Korea Communications Commission) em um comunicado.

Quando surgiram controvérsias na Coreia do Sul sobre o redirecionamento do Facebook, a empresa restaurou as conexões ao seu estado original por volta de outubro e novembro de 2017.

A KCC disse que o Facebook, violou uma lei contra a limitação de acesso ou assinaturas de seus serviços sem razões convincentes.

Em um comunicado o Facebook respondeu, dizendo:

Estamos decepcionado com a decisão da KCC. Nós nos esforçamos para oferecer o melhor desempenho para todos os nossos usuários e continuaremos trabalhando com os provedores de serviços de internet coreanos em relação a esses objetivos.

A KCC indicou que o Facebook reduziu intencionalmente o acesso enquanto negociava taxas de uso de rede com provedores de serviços de internet Sul Coreanos.

Mais ainda assim, o Facebook disse que não violou a lei em parte porque seus termos e condições de uso dizem que não podem garantir que seus serviços funcionem sem atrasos ou interferências. Representantes da KCC rejeitaram esse argumento, dizendo que os termos eram injustos. Recomendou que a empresa alterasse seus termos de uso.

AngoForGeeks,

Por Uma Angola Melhor

Anúncios